Sexta-Feira, 23 de Junho de 2017

Publicidade

ASSORAC

Publicada em 15/10/2016 | Autor: QAP

PROFISSÃO ‘PARALÍTICA’: Associação contabiliza mais de 5 mil militares deficientes físicos em SP
PROFISSÃO ‘PARALÍTICA’: Associação contabiliza mais de 5 mil militares deficientes físicos em SP

“A cada 32 horas, um policial é assassinado no Brasil”, afirma um estudo publicado no ano de 2012. A pergunta é: e quantos ficam paraplégicos?

A Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência do Estado de São Paulo (APMDFESP) não informa a média, mas traz a resposta em números absolutos. A entidade tem em seu quadro de filiados nada menos do que cinco mil portadores de deficiência.

É como se municípios paraibanos como Juazeirinho, Matinhas, Congo, Prata, São João do Cariri, Gurjão e outros tantos tivessem sua população inteira formada por pessoas ‘inválidas’.

O retrato de um país onde “atirar na polícia” é algo visto como absolutamente ‘normal’.

E lembre-se: estamos falando apenas de São Paulo.




Leia Também

  1. PM do Rio Grande do Norte está há 12 anos sem concurso pú...
  2. CRISE NO RN: Prefeito de Natal diz que polícia é ineficien...
  3. No RN: “PM vai lavrar TCO e informar, de imediato, o dia e...

Publicidade

Borda Comunicação