Sexta-Feira, 23 de Junho de 2017

Publicidade

ASSORAC

Publicada em 08/11/2016 | Autor: QAP

“POLÍCIA NA PORTA?” – Uma análise dos três homicídios mais recentes em Campina Grande
“POLÍCIA NA PORTA?” – Uma análise dos três homicídios mais recentes em Campina Grande

Façamos uma ‘retrospectiva’ dos três últimos assassinatos registrados em Campina Grande. Na sexta-feira dia 4 de novembro, um homem matou a ex-esposa a golpes de faca no pescoço e se enfocou em seguida. 

Inconformado com a separação, ele conseguiu atrair a ex-mulher para um curral que pertencia ao casal. Os corpos foram encontrados dentro de um quarto existente no terreno. A porta estava fechada quando a polícia chegou. 

Na tarde do domingo, dia 6, um ‘deficiente mental’ foi assassinado a tiros no bairro do Pedregal. De acordo com as primeiras informações, a vítima foi praticamente ‘arrancada’ de dentro de sua casa e executada a três metros da porta.

Na noite desta terça-feira, 8, um homem foi assassinado no bairro de Monte Castelo. Os primeiros informes afirmam que ele foi alvejado dentro de sua casa (que fica em um beco), “quando saía do banheiro”. 

Releia todos os casos e responsa a si mesmo: como a polícia conseguiria impedir esses crimes? Quantos policiais são necessários para garantir a segurança em cada porta da cidade? 

Lembre-se: estamos falando apenas dos três últimos assassinatos em Campina. 




Leia Também

  1. Com vitória de Sargento Neto em Campina, PM terá oito anos...
  2. AMEP classifica “fim da prisão administrativa” como fru...
  3. Confira o perfil dos palestrantes e os temas abordados no ma...

Publicidade

Borda Comunicação