Quinta-Feira, 22 de Junho de 2017

Publicidade

ASPOL

Publicada em 22/08/2016 | Autor: QAP

CAMPINA: O ‘golaço’ de um projeto que pode ajudar a combater a corrupção no Brasil
CAMPINA: O ‘golaço’ de um projeto que pode ajudar a combater a corrupção no Brasil

Especialistas afirmam que a maior fonte disseminadora dos problemas mais graves no Brasil é a corrupção. Numa conclusão rápida, portanto, pode-se dizer que “combatendo a corrupção, chegaremos mais perto de construir o país que desejamos”.

Nesse prisma, o Ministério Público vem dando uma contribuição importante. E com uma nascente ‘simples’, como o evento realizado nessa final de semana, em Campina Grande (sexta, sábado e domingo).

O ‘Kackfest’ reuniu algumas feras da informática, com o desafio de desenvolver aplicativos para a internet que ajudem a fiscalizar/denunciar corruptos e corruptores. Formaram-se os grupos, e as ideias fluíram.

E equipe campeã foi a ‘Enquadrados’. Eles desenvolveram uma ferramenta que “identifica o número de servidores (efetivos, temporários, comissionados etc.) por metro quadrado das Câmaras Municipais e das Prefeituras de todo o país, em especial na Paraíba. A ideia dos Enquadrados é mostrar o inchaço das repartições públicas, onde os espaços físicos não seriam suficientes para acomodar tantos servidores”, diz a matéria publicada pelo MPPB (confira abaixo os demais grupos da competição).

O evento aconteceu em parceria com a Universidade Federal de Campina Grande e o grupo Paraíba de Comunicação. Se esses aplicativos ‘bombarem’ na internet, pode ser o início de algumas mudanças significativas na sociedade. Afinal, político só tem medo de uma coisa: a OPINIÃO dos seus eleitores.


AS EQUIPES DA COMPETIÇÃO

# Ficha Limpa – Criou um dispositivo que irá ajudar a população na escolha de seus representantes, propondo uma ferramenta que mostre os políticos com ficha limpa.

# Topa Tudo – A principal proposta dessa equipe foi, por meio de análise de dados de licitações, encontrar empresas potencialmente corruptas, que fornecem serviços incompatíveis com a sua competência ou de competências muito divergentes.

# Corruptômetro – Mediu a propensão de políticos ou empresas de se tornarem corruptos, baseado em casos conhecidos de corrupção de políticos e empresas.

# Obras GO – A proposta foi “capturar” obras públicas para saber se foram realizadas ou não.

# Como Estou? – Foi levantado o perfil dos vereadores que atuam na Câmara Municipal de Campina Grande e produzido um ranking, levando-se em conta a produção legislativa desses parlamentares.

# Cartão Fidelidade – A proposta dessa equipe foi mostrar as empresas que fecham “contrato” com partidos políticos e depois são recompensadas nas gestões públicas.

# Enquadrados – A equipe vencedora identificou o número de servidores (efetivos, temporários, comissionados etc.) por metro quadrado das Câmaras Municipais e das Prefeituras de todo o país, em especial na Paraíba.

# Será Dubai?!! – Comparou os gastos das gestões públicas com os tipos de obras que executam, levando-se em conta o metro quadrado.




Leia Também

  1. Acusado de provocar morte de namorada em Campina Grande vai ...
  2. VEJA OS NÚMEROS: Mais da metade dos suspeitos presos são ...
  3. PARAÍBA: Reprovado em concurso da polícia deverá fazer no...

Publicidade

Borda Comunicação